Horas de Desespero





Noite Escura. Inverno. Ruas Desertas. Dois Jovens caminham lentamente. Um carro ocupado por quatro sujeitos se aproxima.

Paul: Vou parar o carro. Mike, desça e apanhe o namorado. Coloque-o aqui no banco da frente. Scott e John, peguem o garoto e o coloquem aí atrás. Vamos lá ! Desçam!

Os rapazes são dominados e jogados dentro do veículo.

Paul: John, tampa a boca dele!

Namorado: O que significa isso? Vamos lá! Deixem-no fora disso! Vocês precisam acertar contas comigo. Vamos lá, soltem ele!

Paul: Negativo, garotão! Você terá 12 horas para sabotar o carro do presidente da empresa. Se o plano der certo, eu assumo a presidência dos negócios e você será eleito o meu vice. Se falhar, nunca mais verá o seu namorado!

O Garoto grita no banco de trás e tenta se soltar dos sequestradores.

Scott para o garoto com as mãos em sua boca: Quieto!

Paul retomando o assunto no banco da frente: Pense bem, garotão! Ninguém lá dentro da empresa sabe sobre a sua opção sexual. Somente nós. Este será o nosso segredo. O Presidente precisa morrer em 12 horas.  Siga este manual de instrução para sabotar o carro do velho. Eu assumo a presidência, você, a vice-liderança e o seu namorado aí será libertado

Namorado: Mas ele é o seu pai!

Paul: Pouco importa! Agora dá o fora daqui! 12 horas! O Garotão aqui fica com a gente!

E assim, o jovem é jogado de volta para a rua e o carro desaparece com os sequestradores e o pobre rapaz inocente.

Horas depois. Cativeiro. Lugar rústico. Uma mesa. Algumas cadeiras. Os homens fumam cigarros e jogam partidas de baralhos. Ao centro, o garoto sentado de costas na cadeira, nú, amarrado com cordas. Bunda empinada para o alto. Amordaçado com um pequeno lenço de bolso depositado dentro de sua boca. Os seus lábios estão amarrados com um pano grosso e branco.

Paul: Mike, tire a mordaça da boca dele!

Mike segura a cabeça do jovem e aos poucos vai retirando a sua mordaça. O garoto grita socorros!

Paul: Mike, a mordaça, a mordaça! Exigindo que Mike volte a amordaçá-lo!

O Garoto é novamente amordaçado e Paul sussura em seu ouvido:

Aqui você fala somente o que eu pedir! Entendeu? Quem manda na sua boca aqui sou eu! Quero apenas que diga o número do telefone do seu namorado e ponto final! Como castigo após a ligação, eu vou queimar a brasa do meu cigarro na sua bunda! Copiou?

O Garoto choramigando afirma com a cabeça o que Paul lhe dissera.

Paul: Mike, tire a mordaça!

Mike arranca a mordaça da boca do garoto que diz somente o número do telefone de seu namorado. Paul apanha o celular e Scott tampa a boca do garoto com a mão direita.

Após conversar com o jovem namorado do rapaz sequestrado, Paul pede ao bando que volte amordaçar o garoto. Na sequência, pede que abram bem as nádegas dele ali empinada na cadeira e pouco a pouco vai apagando a brasa de seu cigarro dentro do ânus do garoto que esbraveja em dores. Mesmo amordaçado, Scott ainda tampa-lhe a boca por cima da mordaça enquanto Paul queima o cigarro como castigo na bunda do jovem.

Paul: Agora entendeu o recado! Entendeu que quem manda na sua boca sou eu! Vamos nos divertir um pouco!

O Garoto é desamarrado da cadeira e jogado ao meio da sala rústica. Os homens o obrigam a fazer sexo oral. Eventualmente o afogam também em um balde d'água colocado ali para realizar aquela sessão. Amarrado em posição hogtied com a bunda evidenciada para o alto, o bando o amordaça com uma ball-gag e passam a penetrar o seu ânus. Todos se divertem com o garoto. Depois ele é feito dog play, encoleirado e com uma focinheira, é obrigado a andar de quatro atrás da bunda de Paul, o mandante.

Paul: Tirem a focinheira dele. Façam ele cheirar o meu cú!

Os sequestradores depositam um consolo no ânus do rapaz e o arrastam até a mesa para que ele possa respirar e cheirar dentro da bunda de Paul. Paul está por cima da mesa com a bunda empinada. Scott abre as nádegas de Paul. Mike e John forçam a cabeça do jovem para dentro do ânus de Paul. O Jovem se vê obrigado a cheirar e passar a língua dentro do ânus daquele que é o mais temido dos agressores ali presente.

Depois de muito tempo sendo brutalmente sufocado pelo bando e pela larga bunda de Paul, o rapaz é obrigado a se ajoeilhar no chão e engolir jorradas de urina em sua boca.  Sequencialmente é conduzido com a cabeça dentro da bunda de Scott até ao meio da sala. Ele tenta fugir da humilhação mas o bando prende a sua cabeça com uma fita silver tape na bunda de Scott.

Paul: É pra cheirar dentro do cú dele, copiou? Não é pra tirar a cabeça da bunda dele senão vai apanhar mais!

Mike: Vamos lá, Scott, solte um peido na cara desse imbecil!

Os sujeitos forçam impiedosamente a cabeça do rapaz presa com fitas silver tape para dentro da bunda de Scott que peida em seu rosto.

John: Caralho, Scott. Que peido fedido da porra!

Mike: Vamos, cheira o peido dele. Sem frescuras!

Os homens se divertem sodomizando o jovem sequestrado indefeso. Ele é levado para uma chuveirada bem gelada e depois tem o seu lindo corpo novamente amarrado, envoltos por cordas. Colocado de joelhos sob o chão da sala, seu tronco é jogado para cima de um sofá e a sua bunda fica levemente empinada para o alto. Paul e Mike o forçam ao oral. Enquanto Scott e John chupam seu pênis e ânus momentaneamente. A sua boca é amordaçada com meias sujas e fedidas e um tênis muito velho é amarrado em torno de seu nariz com silver tape. Todos comem brutalmente o cú dele. Depois ele é colocado na cadeira de costas novamente e ainda amarrado e amordaçado com as meias e o tênis, Mike e Scott levantam a cadeira para o alto e Paul e John comem a sua bunda empinada na cadeira. Depois eles revezam e trocam as posições.

E assim, o rapaz vai sendo brutalmente violentado, estuprado e amordaçado pelos sequestradores. Completamente humilhado, indefeso e sodomizado. A sua única e derradeira esperança é o tempo passar. 12 horas que nunca rompem. Ao aproximar das horas, os rapazes o levam nú, amarrado, vendado e amordaçado com fitas tape ( voltas entre nuca e boca) para o porta-malas do carro. Seguem até o fim da estrada. Como prometido e combinado, lá está o namorado à espera do jovem amado. O Garoto é retirado do porta-malas nos ombros de Paul. O namorado assustado observa a cena.

Paul, com o garoto nos ombros: Game Over?

Namorado: Game Over! O Velho já era! Logo, a presidência é sua!

Paul coloca o garoto aos pés do namorado e soca o pau pra fora. Os outros fazem o mesmo.

Paul para o namorado: Você também!

Namorado: Por favor. Parem com isso. Chega de sofrimento pra ele!

Paul manda o bando amordaçar a boca do namorado e o obrigam junto com todos a urinar por cima da bunda do rapaz jogado ao chão. Todos mijam no rapaz indefeso. Mike segurando a mordaça na boca do namorado e John segurando o seu pênis, complementam:

- Sim. Mija por cima da mordaça na boca dele. A gente tá mandando.

Paul ajoelha e arregaça as nádegas do rapaz: Façam ele mijar dentro do cú do namorado dele!

Desse modo, o fato é consumado. O namorado sodomizado é libertado e o jovem colega de empresa finalmente se vê livre daquelas '' Horas de Desespero''.

Eles fogem. Paul e o seu bando é detido pelos policiais e condenados. O Velho pai de Paul continua vivo e passou a presidência para que o belo jovem comandasse a empresa junto ao seu namorado como vice-presidente em outro país. E, a vida seguiu seu fluxo...

Game Over! Félix Anthony!

Nenhum comentário: