Sadomasoquismo: Prazer no Sexo e no Jogo

O sadomasoquismo é um jogo erótico de domínio e submissão entre parceiros sexuais. O prazer dos rituais é racional e consciente e envolve conceitos de sanidade, segurança e concordância para todos os fetiches que se pode imaginar.

Entre as fantasias e delícias da prática, quatro letrinhas definem bem o que esperar do mundo onde sexo e rituais se misturam: BDSM. O BD significa bondage; D, disciplina; DS, dominação e submissão, e SM, sadomasoquismo.

Imagine-se em uma noite de liberalidade no sadomasoquismo. Será possível conhecer a podolatria (adoração de pés), goldem shower (chuva de urina), infantilismo (fetiche por estar no papel de criança por alguns momentos), spanking (receber uma punição com chicotes ou outro acessório), bondage e shibari (amarrações com cordas e correntes), CBT (tortura genital masculina), humilhação (ser xingado), cócegas, entre muitos outros a serem descobertos lentamente em rituais.

Este jogo é fascinante. Ele pode ser físico, mas também pode ser psicológico. O BDSM é mágico, portanto, é sempre bom assistir a muitos workshops, questionar técnicas, estudar para que se tenha segurança necessária.

É importante que cada tendência seja vivida com a palavra de segurança - safeword - para que uma cena cesse imediatamente quando qualquer uma das pessoas envolvidas indique algum problema e queira parar o rito sexual.

O encoleiramento é outra brincadeira sadomasoquista. Nele, dominador permite que um escravo faça parte de seu reino utilizando assim suas iniciais. Toda a comunidade então passa a chamar aquele escravo com o nick name escolhido pelo dono.

Edição: Fábio Carvalho
Adaptado por: Mr. Boy

Nenhum comentário: