Dog Training

Como o próprio nome diz, trata-se de uma prática BDSM cujo intuito é treinar outro homem como um cachorro.

Antes que alguém torça o nariz ou comece a pensar que esse tipo de cena é muito ridícula, quero lembrar novamente que devemos sempre respeitar as taras e fetiches alheios. Até porque, para os escravos que curtem humilhações, o Dog Training é uma das muitas possibilidades.

Talvez o grande problema quando se menciona essa prática é a imagem que vem à mente das pessoas: um cara de quatro latindo igual a um cachorro.. Na verdade o Dog Training tem mais relação com a humilhação do que propriamente com o agir como um cão. Claro que evetualmente você pode até encontrar um Dom ou sub que curtem ser bem literais, incluindo ai os latidos, mas eles não são a regra. Portanto, de agora em diante, quando ouvir o termo Dog Training saiba que a pessoa está muito provavelmente falando de humilhação do que qualquer outra coisa. Vamos ver se eu consigo desmistificar um pouco esse fetiche.

O que então está exatamente envolvido no Dog Training?

Nenhum mestre está interessado que o escravo se transforme em um cachorro de verdade, mas algumas 'atitudes' caninas são necessárias:

Andar de quatro

Se um escravo curte humilhações ele não pode se recusar a andar de quatro. Esqueça por um momento que estamos falando de Dog Training e me responda: o que pode ser mais humilhante do que o escravo ter que andar na casa do Mestre sempre de quatro enquanto o Mestre anda normalmente? Vê, não é necessário nenhum tipo de 'teatro', simplesmente o escravo terá que andar de quatro. Se ele curte humilhações não tem porque se negar a fazer.

A coleira

Talvez este seja o pequeno detalhe para tornar o ato de andar de quatro mais do que uma simples humilhação, elevando-o ao nível do adestramento canino. Se bem que para mim continua a ser humilhação, pois a coleira é o simbolo da escravidão, usada não somente em animais como em seres humanos nos tempos escravocratas. Novamente nenhuma 'representação' por parte do escravo é necessária. Seu dono lhe colocará a coleira e a partir daquele momento ele andará de quatro encoleirado.

O rabo

Normalmente o submisso é o passivo. Eu disse 'normalmente' porque existem submissos que são ativos, mas isso fica para outro artigo. Se o escravo for passivo com certeza pode ser adicionado um plug que parece um rabo (veja a foto), para que assim o 'look' fique cada vez mais parecido com um cachorro. Também nenhuma encenação é necessária, uma vez que estamos falando de um plug.

O que o 'cachorro' faz

Com o escravo de quatro, usando coleira e um rabo existem várias outras humilhações que podem ser acrescidas e que ainda ficam dentro da cena de adestramento canino. Algumas sugestões são: lamber os pés do dono, carregar os chinelos do dono na boca, comer no chão em prato de cachorro, não falar (não precisa latir, mas só deve falar quando o Mestre perguntar algo), etc. Use sua imaginação e acrescente mais ítens à esta lista.

Tipos de 'cachorros'

Para aqueles que curtem a encenação

Top Dog

Normalmente auxilia o Mestre a treinar outros cachorros (se o Mestre tiver mais que um escravo). Também é possível que ele seja ativo com o Mestre. Como eu disse, existem escravos ativos e também existem pessoas que fantasiam transar com cachorros... muita loucura? Cada um com seu fetiche. Para os Mestres e escravos que curtem: o escravo na atitude de cão pode 'fazer' o Mestre.

Puppy

Seria o cachorro filhote, que age de maneira brincalhona, precisa ser corrigido com frequência, destroi tudo que vê pela frente e não dá descanço ao dono.

Pet dog

É o cão doméstico. Leal e obediente ao dono, entretanto quando o dono não está vendo gosta de subir no sofá ou na cama do dono.

Cão de guarda

Precisa ficar constantemente preso à corrente pois possue um temperamento agressivo e imprevisível. Também é recomendado o uso de focinheira.

Quem precisa de regras?

Para os 'cães' que preferem ser um pouco de cada tipo descrito acima.

Tipos de 'donos'

Para aqueles que curtem a encenação

Dono

Uma outra palavra para Mestre ou Dom. Na verdade não existem regras para esse tipo, ele é o dono do cachorro e ponto final.

Treinador

Como o nome diz, ele irá treinar o cão para que faça as coisas que o dono gosta, como por exemplo, trazer os chinelos na boca.

Top

Não precisa necessariamente ser o dono ou o treinador do cachorro, mas simplesmente alguém que num determinado momento administra um castigo ou punição ao cão, ou até mesmo a pessoa que submete o cachorro às suas necessidades sexuais.

Espero que este artigo tenha contribuído para desmistificar a prática do Dog Training. Como vimos ela pode envolver somente a humilhação (andar de quatro, coleira, plugs, etc) sem a necessidade de uma encenação de um cachorro propriamente dito, que para muitos fica extremamente artificial e até mesmo infantil.
Vale lembrar que a prática do Ponyplay (escravo feito de cavalo) equivale-se a do Dog Training, com a diferença óbvia que o Dono irá submeter o escravo a atitudes de cavalo e não de cachorro. Tenha em mente que um cavalo não lambe pés, não carrega chinelos na boca e outras coisas que um cão faz. Entretanto você pode montar no seu 'cavalo' e fazê-lo carregar pela casa, usando um arreio e levando chicotadas caso esteja muito mole...

Nenhum comentário: